Ameaça climática

“Ou estamos unidos ou estamos perdidos”. Guterres considera a ameaça climática mais grave do que a pandemiaGuterres considera a ameaça climática mais grave do que a pandemia

"Acredito que o fracasso em conter a propagação do vírus - pelo facto de não haver coordenação internacional suficiente - deve fazer com que os países percebam que precisam de mudar de rumo", disse o secretário-geral da ONU à agência France Presse (AFP).

Ao analisar as respostas internacionais ao coronavírus, Guterres defendeu que a pandemia deve aumentar o foco dos governos na redução das emissões de carbono e pode ser aproveitada como um "trampolim" para lançar políticas destinadas a afastar as sociedades dos combustíveis fósseis. 

Salientou ainda que os países devem “agir em conjunto quanto à ameaça climática, que é muito mais grave do que a pandemia em si - é uma ameaça existencial para o nosso planeta e para nossas vidas".7 atitudes simples para combater o aquecimento global

A pandemia prejudicou ainda mais as esperanças de que as nações que se recusam a anunciar planos de ação climática o fizessem, já que os principais eventos ambientais foram adiados e as nações concentraram-se em si mesmas. 

Ler Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *